FaculdadeEstudoAprendizado

Coisas que eu gostaria que tivessem me dito quando entrei na faculdade de TI.

Yuri Cunha

August 12, 2022

599 words3 min read––– views

/ Google Translate
TI é tão vasto quanto medicina.

TI é tão vasto quanto medicina.

Semestre começando na faculdade e vários calouros com dúvidas no grupo do Telegram. Isso lembrou-me das minhas próprias dúvidas quando comecei a minha primeira graduação e das coisas que gostaria de saber naquela época.

1 - Inglês

A esmagadora maioria das documentações está em inglês e um site de tradução nem sempre irá te ajudar, em alguns casos ele irá traduzir termos técnicos que não deveriam ser traduzidos ou possuem outro significado fora do contexto de informática.

  • Ler em inglês: Ter uma boa leitura em inglês já é 50% do necessário.
  • Escrever em inglês: Vai te ajudar muito a tirar dúvidas em fóruns especializados (stackoverflow, slack, mailing lists) e entrar em contato com suporte de outras empresas (Red Hat, Amazon e etc)
  • Conversação: Com certeza te abrirá mais portas de emprego, no Brasil, no exterior ou em Home Office.

Se ainda estiver cético, nesse pequeno trecho que leu, foram 9 palavras em inglês.

2 - TI é tão vasto quanto medicina

Redes, middleware, analise de requisitos, DBA, AD, Ops, QA, Linux, Front end, back end, Java, Ruby, governança ...

Não se prenda apenas aos mais famosos, suporte e desenvolvimento (não há nenhum problema com esses dois, claro), experimente um pouco de tudo, identifique-se com algum e se especialize.

3 - TI não é uma ciência exata

A afirmação parece absurda, mas quem ficou horas tentando resolver algum problema sem nenhum - aparente - erro lógico, sabe do que estou falando. Isso vai causar frustração em alguns casos, mas o ponto principal aqui é saber decidir quando descobrir a causa do problema é mais importante do que de fato resolvê-lo.

4 - Use o tutorial, mas leia a documentação

  • 'como instalar o git' : 3.020.00 resultados no google
  • 'CRUD no php' : 7.530.000 resultados no google
  • 'Configurar NGINX' : 355.000 resultados no google

Esses tutoriais (how to) são úteis, mas entender para que serve e como funciona é essencial quando precisar consertar algo ou fazer uma melhoria.

5 - Não tenha medo

Quando eu comecei em TI, tinha medo de instalar o Linux e não saber configurar ou resolver um problema. Tinha medo de tentar fazer algo e errar. É clichê, largamente difundido e estudado, papo de coach, eu sei, mas errar é essencial para o aprendizado.

Hoje quando instalo ou configuro um sistema, quando crio uma pipeline, um script ou executo qualquer outra coisa e funciona na primeira tentativa, fico com uma pulga atrás da orelha achando que fiz algo errado e o problema só vai aparecer no futuro (e isso é bom pois me faz revisar tudo que fiz).

O medo sempre vai aparecer diante do novo, do inesperado e nesses momento eu penso em uma frase que escutei de um colega de trabalho alguns anos atrás:

Não sei fazer, mas se tiver tempo, posso aprender.

OBS: Se estiver fazendo algo com grande possibilidade de erro, dê preferência ao ambiente de desenvolvimento, ok?

6 - TI é uma ferramenta, use-a.

Passe uma semana criando um código para automatizar uma tarefa, mas não gaste 2 dias fazendo essa mesma tarefa manualmente. O tempo gasto a mais é facilmente compensado pelo que se aprendeu e pela possibilidade de executar essa mesma tarefa no futuro.



Click here and enjoy my privacy-first social media.

Total calmness over here...

Spotify

Yuri Cunha

GitHubLinkedInTwitterEmail